Home 2018-05-25T10:16:41+00:00

As cidades constituem um dos principais desafios do século XXI!

Englobam questões sociais, ambientais, económicas e de governance, que vão evoluir ao longo do tempo de acordo com a agenda internacional. Assim, e de forma a promover o pensamento sobre os temas que qualquer região e cidade devem ter em conta na definição de uma estratégia de sustentabilidade, este site propõe para reflexão os “10 passos para a transformação urbana” exemplificando como cada um deles pode ser implementado através de tecnologia, diálogo e inovação.

Patrocinadores www.cidadessustentaveis.pt

Participam no GT Cidades Sustentáveis as seguintes empresas:

A EDP investe diária e crescentemente na mudança do paradigma energético das cidades. Entregando electricidade cada vez mais renovável com o objectivo de descarbonizar os consumos de energia. Na mobilidade, expandindo as suas redes de carregamento dos automóveis eléctricos e promovendo a sua utilização. No sector residencial e dos serviços, reforçando as ofertas de eficiência energética, equipamentos, geração fotovoltaica e gestão inteligente dos consumos. No sector industrial, ampliando os seus serviços de apoio à renovação dos modelos energéticos das empresas. Nas infraestruturas, modernizando e desenvolvendo redes inteligentes para integrar a geração renovável distribuída e garantir o balanceamento de cargas, serviços de backup a sistemas offgrid, dentro de uma padrão de elevada qualidade de serviço e eficiência operacional.”

António Martins da Costa, Chief Sustainability Officer

A PRIO reconhece a importância de participar no desenvolvimento de cidades mais sustentáveis e é com base nessa premissa que procura soluções energéticas mais sustentáveis, de que é exemplo a instalação de painéis solares nos seus postos de abastecimento. Para além desta solução já implementada em várias posições, a PRIO está a desenvolver o conceito de posto de futuro, desafiando parceiros internos e externos a colaborar neste projeto, que visa a criação de postos com forte componente elétrica, mais sustentáveis e organicamente integrados nas cidades do futuro. Para além disso, a aposta na recolha de óleos alimentares usados nas cidades, posteriormente usados para produção de biocombustível mais sustentável, visa promover a economia circular e diminuir a poluição das águas com este resíduo.”

Cristina Borges Correia, Diretora de Investigação, Desenvolvimento e Inovação

Estando comprometida com a sustentabilidade, a LIPOR assume como propósito da sua visão ‘criar tendências para um futuro sustentável’. Na promoção deste futuro sustentável, a LIPOR interliga as suas estratégias empresariais às prioridades globais da Agenda 2030 das Nações Unidas e aos Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável (ODS). O compromisso com as dinâmicas da economia circular (ODS 12), o desenvolvimento do programa de educação e intervenção ambiental (ODS4), a recuperação de passivos em ativos (ODS 11), a implementação da estratégia LIPOR 3M (ODS13) e da estratégia de biodiversidade (ODS 15), bem como o estabelecimento de parcerias multissetoriais (ODS17) são os contributos da LIPOR como catalisador desta mudança.”

Fernando Leite, Administrador-Delegado da LIPOR – Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto